As gerações dos últimos e dos próximos anos

Muito se comenta acerca de gerações quando se deseja nomear um grupo. As tendências inovadoras da alta tecnologia mudam o dia-dia das pessoas, mas não se pode esquecer de que existem pessoas que não viram o surgimento das inovações, mas que nasceram quando elas já existiam. Enquanto alguns de nós são testemunhas de como eram as coisas no passado, muitos as sabem por meio de comparações em textos de sites que fazem alusão ao tema.

Primeiro se falou em Geração X. Nascidos entre os anos 1960 e 1980, nela estão contidos os filhos da então chamada explosão populacional (Baby Boomers), após a Segunda Grande Guerra. O sentimento de mudança era claro nesta época. As pessoas buscaram o conhecimento inovador como questão peculiar a ser alcançado pelos que quisessem sobreviver.

A segunda Geração foi a Y. Estudiosos referem-se a essas pessoas também como Geração Next ou Millennnials, pois nasceram entre os anos 1980 e 2000, época que visualizaram a entrada do novo milênio. Devido seu alto grau de convencimento e habilidades, 20% desses jovens já ocupam cargos de liderança em grandes empresas na atualidade.

Dinâmica, inovadora, dedicada às novas tecnologias e consciência focada na importância do meio ambiente são características da Geração Z, que não tem uma data definida. Nasceram em 1990 e, portanto, podem ser integrante ou parte da Geração Y.

Mas por que então diferenciar? Porque diferente da Y, os Z’s nasceram envolvidos pela era digital, redes sociais e se tornaram consumidores extremamente exigentes. Enquanto os Y’s adquirem conhecimento, os Z’s escolhem. Eles preferem trabalhar em empresas que possuam diferenciais competitivos, a começar pelas suas atitudes e são inquietos pelas mudanças rápidas. Alguns apostam que devido o perfil, as empresas terão colaboradores muito mais multitarefa, devido o grau de envolvimento, principalmente as empresas que atuam no atendimento a clientes. O tempo desses colaboradores em uma empresa pode variar de dois a cinco anos. Aspectos como liberdade de opinião, aceitação de sugestões e inovações no dia-dia do trabalho são pontos que contribuirão para a retenção.

Todas essas gerações, independente do fato marcante de sua época, não podem esquecer que a maturidade e a experiência ainda fazem diferença. No quadro comparativo, as rápidas mudanças de nossos dias devem ser filtradas e embasadas antes de qualquer coisa. Afinal, a segurança continuará sendo o pilar de qualquer discurso. E isso nos leva a Gestão por Confiança, mas esse será outro capitulo…

PS:

Para os nascidos a partir de 2010, um novo grupo já é comentado, a Geração Alfa que é formada por filhos, tanto da Geração Y, como da Geração Z. Sua inovação é a rapidez do trabalho desencadeada pelos seus pais, que originou discussões atuais sobre a flexibilidade de horários e o expediente em casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: